Topo

Pequim declara pela primeira vez um alerta vermelho por poluição

2015-12-07T10:48:00

07/12/2015 10h48

Pequim, 7 dez 2015 (AFP) - As autoridades de Pequim emitiram pela primeira vez um alerta vermelho por poluição na previsão de uma espessa neblina que se abaterá sobre a cidade.

A partir desta terça-feira, passará a vigorar em Pequim um sistema de rodízio de carros e 30% dos veículos oficiais ficarão na garagem.

As fábricas poluentes também interromperão sua atividade, assim como as obras de construção, segundo a secretaria de Proteção do Meio Ambiente.

Igualmente estão proibidos fogos de artifício e churrascos como parte de um pacote excepcional de medidas previsto para vigora até quinta-feira.

"As pessoas devem fazer todo o possível para reduzir suas atividades no exterior. E devem usar máscaras ou tomar outras medidas de proteção", afirma a secretaria.

As autoridades também pedem que as creches e as escolas interrompam suas atividades.

Há uma semana a capital chinesa está envolta em uma espessa neblina poluente. A poluição atmosférica atingiu uma densidade de 634 partículas finas por metro cúbico de ar, 25 vezes mais o limite fixado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

As missões chinesas se devem em grande parte à queima de carvão para obtenção de energia.

A China emitiu quase o dobro de dióxido de carbono que os Estados Unidos em 2013, e 2,5 vezes mais que a União Europeia em seu conjunto.

Mais Notícias