Saída da UE poderá atrair campos de imigrantes para Reino Unido

Londres, 8 Fev 2016 (AFP) - O primeiro-ministro britânico, David Cameron, avisou nesta segunda-feira que a saída da União Europeia (UE) poderá fazer com que os acampamentos de imigrantes do norte da França se transferiram para o Reino Unido.

"Há um grupo de políticos da oposição na França, aos quais encantaria acabar com o excelente acordo que temos" com seu país, disse Cameron em um discurso.

"Não acredito que devemos dar a esses políticos qualquer desculpa para fazê-lo", completou Cameron, em referência ao acordo pelo qual os controles fronteiriços para entrar no Reino Unido pela França estão em território francês.

Pouco antes, um porta-voz de Cameron disse à imprensa que Reino Unido e França "mantêm relações positivas de trabalho" em temas fronteiriços, que se traduzem em estritos controles em Calais, no norte da França, onde milhares de imigrantes esperam o momento de dar o salto ao solo britânico.

"Se o Reino Unido deixar a UE, não há garantia de que estes controles continuarão de pé", completou.

"Se estes controles desaparecerem, nada evitará que essas milhares de pessoas cruzem o Canal da Mancha em qualquer noite, cheguem a Kent (sudeste da Inglaterra) e peçam asilo", completou.

Cameron negocia com Bruxelas e seus sócios europeus uma série de reformas que melhorem a posição de Londres na UE. Depois disso, pedirá aos cidadãos britânicos que votem a favor de permanecer na UE em um referendo que será realizado em uma data a ser definida antes do fim de 2017.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos