Sobreviventes de naufrágio na Itália mencionam centena de mortos

Roma, 26 Mai 2016 (AFP) - Os sobreviventes do naufrágio de um barco pesqueiro na quarta-feira, no canal da Sicília, que deixou cinco mortos, informaram na tarde desta quinta-feira em sua chegada à Itália a possibilidade de uma centena de vítimas, segundo a OIM.

"Os sobreviventes que nossas equipes puderam interrogar em seu desembarque em Porto Emedocle (Sicília) informaram sobre uma centena de desaparecidos, presos sob o casco" da embarcação, disse à AFP Flavio Di Giacomo, porta-voz da Organização Internacional para as Migrações (OIM), na Itália.

Segundo essas testemunhas, o barco tinha cerca de 650 pessoas na sua saída da Líbia, a "maioria marroquinos", nacionalidade até agora muito pouco representada entre os imigrantes ilegais através da Líbia, informou Di Giacomo.

Levando em conta que a Marinha militar conseguiu resgatar 562 pessoas, o número de desaparecidos poderá aumentar, portanto, até quase uma centena.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos