Canadá, EUA e México buscarão acordo contra mudanças climáticas

Ottawa, 28 Jun 2016 (AFP) - Os líderes dos Estados Unidos, México e Canadá tentarão definir na quarta-feira, durante uma cúpula na capital canadense, Ottawa, uma estratégia comum para lutar contra o aquecimento global na América do Norte.

O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, e seus convidados, o presidente americano, Barack Obama, e o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, também vão aproveitar a ocasião para trocar opiniões sobre a incerteza gerada pela decisão do Reino Unido de abandonar a União Europeia (UE). Trudeau e Obama tinham pedido fervorosamente aos britânicos que votassem pela permanência no bloco.

Os três países, vinculados desde 1994 pelo Tratado de Livre Comércio da América do Norte (Nafta), costumam se reunir uma vez por ano durante uma cúpula chamada de os "Três amigos".

Presidido pela primeira vez por Trudeau, este encontro será o último ao que comparecerá o atual ocupante da Casa Branca.

"Claramente, as mudanças climáticas e as iniciativas em matéria de crescimento (econômico) limpo estarão no centro de várias das nossas conversas", afirmou Trudeau recentemente durante uma coletiva de imprensa.

"Sobre este e outros assuntos, nós, os três sócios do Nafta, estamos buscando alinhar nossas posições para demostrar (...) que gerar crescimento e proteger o ambiente para as futuras generações não são objetivos contraditórios no século XXI, mas complementares", acrescentou Trudeau.

O governo canadense pretende aproveitar a cúpula de 2016 para abordar também a criação de empregos e medidas que os três líderes esperam tomar "coletivamente para ter uma economia mais integrada, sustentável e competitiva no cenário mundial", informou o gabinete do primeiro-ministro.

Em março, Trudeau foi recebido na Casa Branca, uma visita que representou uma melhora evidente das relações entre os dois países, após o governo do conservador Stephen Harper, que não mostrava muita preocupação com a luta contra as mudanças climáticas.

Na ocasião, Trudeau e Obama se comprometeram a reduzir as emissões de metano do setor de petróleo e gás em até 45% antes de 2025 em relação aos níveis de 2012.

O metano é um poderoso gás do efeito estufa, 25 vezes mais prejudicial que o dióxido de carbono (CO2).

Antes de chegar a Ottawa, onde manterá um encontro bilateral com Trudeau na véspera da cúpula, Peña Nieto irá a Quebec, na que será a primeira visita oficial de um presidente mexicano à província francófona nos últimos 25 anos.

O México espera, principalmente, que o Canadá elimine a exigência de visto para os visitantes mexicanos, em vigor desde 2009, como prometeu Trudeau durante sua campanha eleitoral.

amc-ps/mbr/elc/mda/jb/ja/db

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos