Dirigentes europeus alertam que não pode haver uma 'UE à la carte'

Bruxelas, 29 Jun 2016 (AFP) - Os 27 chefes de Estado e de Governo da União Europeia, reunidos nesta quarta-feira, deixaram "claro como água" que o acesso ao mercado interno implica o respeito a quatro liberdades, incluindo a liberdade de movimento, afirmou o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk.

"Não haverá um mercado único à la carte", destacou Tusk.

Os dirigentes europeus também decidiram que se reunirão em 16 de setembro, em Bratislava, para uma cúpula que decidirá o futuro da UE sem o Reino Unido.

"As primeiras discussões pós-Brexit não permitiram tirar conclusões, por isso os 27 membros vão se reunir para uma reflexão em 16 setembro, em Bratislava, para prosseguir com as conversas", acrescentou Tusk.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos