Sete crianças morrem em ataque rebelde no Iêmen

Aden, Iêmen, 5 Jul 2016 (AFP) - Sete crianças morreram no Iêmen, nesta terça-feira (5), em um ataque com foguetes lançado pelos rebeldes xiitas huthis contra a cidade de Marib, ao leste da capital, Sanaa - anunciaram fontes médicas e de segurança.

Três foguetes caíram à tarde em um bairro residencial de Marib, capital da província de mesmo nome, declarou à AFP o subdiretor regional de segurança, Abdel Ghani Chaalane.

Um dos foguetes caiu em um pátio, onde crianças brincavam. Sete delas morreram.

Outros 25 civis ficaram feridos pela queda de dois desses artefatos sobre uma casa e sobre uma loja, acrescentou Chaalane.

O balanço do ataque foi confirmado pelo diretor do hospital público de Marib, Saleh al-Chaddadi, que recebeu as vítimas.

"O ataque foi lançado pelos huthis do monte Haylan", que fica 15 km ao oeste de Marib, declarou Chaallane.

A cidade de Marib e a maior parte da província estão nas mãos das forças do governo, em guerra contra os rebeldes que controlam setores do norte e do oeste dessa região petroleira.

A situação das crianças na guerra no Iêmen se tornou um ponto de fricção entre a ONU e a Arábia Saudita. O gatilho foi a publicação de um relatório da ONU acusando a coalizão militar árabe, liderada por Riad, de ser a responsável pela morte de centenas de menores.

Segundo esse relatório elaborado por especialistas, a ONU incluiu a coalizão em uma lista negra de países que violam os direitos da criança, antes de retirá-la, à espera de mais informações da Arábia Saudita. O reino questiona as conclusões do informe.

O conflito no Iêmen deixou mais de 6.400 mortos e 30.000 feridos desde a intervenção da coalizão árabe, em março de 2015. A ofensiva dos países vizinhos se dá como apoio ao poder do presidente Abd Rabbo Mansur Hadi, assim como para impedir que os rebeldes dominem o país.

bur-faw/tm/nbz/eg/lmm./tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos