PUBLICIDADE
Topo

Internacional

EUA instalarão sistema antimísseis avançado na Coreia do Sul

O sistema THAAD lança mísseis concebidos para interceptar e destruir mísseis balísticos quando ainda se encontram em elevada altitude - Reuters
O sistema THAAD lança mísseis concebidos para interceptar e destruir mísseis balísticos quando ainda se encontram em elevada altitude Imagem: Reuters

Em Seul

08/07/2016 00h48

Washington e Seul anunciaram nesta sexta-feira (8) um acordo para a instalação de um escudo antimísseis na Coreia do Sul diante da multiplicação de ameaças procedentes da Coreia do Norte.

Os dois países começaram a discutir a instalação do sistema avançado THAAD em fevereiro, um mês após o quarto teste nuclear norte-coreano.

"Com base nestas consultas, o Sul e os Estados Unidos decidiram como aliados a instalação do THAAD (...) como medida de defesa para garantir a segurança da Coreia do Sul e de seu povo", segundo um comunicado conjunto dos ministérios da Defesa.

O comunicado não precisa a data da instalação do sistema, mas revela que os dois países se encontram na etapa final para a escolha do local.

O sistema THAAD lança mísseis concebidos para interceptar e destruir mísseis balísticos quando ainda se encontram em elevada altitude.

A instalação do THAAD na Coreia do Sul irrita tanto a Rússia como a China, que reprovam Washington por fazer uma demonstração de força na região.

A China reagiu ao anúncio avaliando que a medida "prejudicará gravemente os interesses de segurança estratégicos dos países da região.

O ministério chinês das Relações Exteriores expressou "sua forte desaprovação e sua firme oposição" à instalação do sistema antimísseis.

O comunicado conjunto dos ministérios da Defesa de EUA e Coreia do Sul destaca que o sistema THAAD responderá apenas a potenciais ataques procedentes da Coreia do Norte.

"Quando o sistema THAAD estiver instalado na península coreana, envolverá unicamente às ameaças nucleares e balísticas procedentes da Coreia do Norte, e não estará dirigido a terceiros países".

Internacional