Iraque demite chefe da segurança de Bagdá após atentado

Bagdá, 8 Jul 2016 (AFP) - O primeiro-ministro iraquiano Haider al-Abadi demitiu o chefe da segurança para Bagdá, após o atentado de domingo passado que deixou 292 mortos na capital do país.

Abadi "ordenou que o comandante das operações para Bagdá seja afastado de seu cargo, assim como os diretores de segurança e inteligência", afirma um comunicado.

No domingo, um atentado com um ônibus-bomba em Bagdá provocou a morte de 292 pessoas, um dos ataques mais violentos no Iraque desde a invasão americana em 2003.

Dois dias depois do violento atentado, o ministro do Interior iraquiano, Mohamed Al Gaban, apresentou sua renúncia, que foi aceita por Abadi.

Na madrugada desta sexta-feira, 30 pessoas morreram e 50 ficaram feridas em um ataque do grupo Estado Islâmico (EI) contra um mausoléu xiita ao norte de Bagdá.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos