Nova York tem queda de homicídios e tiroteios no 1º semestre de 2016

Nova York, 11 Jul 2016 (AFP) - A cidade de Nova York registrou uma queda dos homicídios e trocas de tiros no primeiro semestre de 2016, segundo cifras divulgadas nesta segunda-feira pela prefeitura, em meio a um debate sobre o porte de armas de fogo nos Estados Unidos.

Nos primeiros seis meses do ano registrou-se uma redução de 6,3% de mortes violentas, com 161 assassinatos, enquanto no mesmo período de 2015 ocorreram 172 homicídios.

Os incidentes com armas de fogo, por sua vez, caíram de 545 para 435 na comparação interanual para o primeiro semestre, o que representou uma queda de 20%, segundo um comunicado da prefeitura de Nova York.

Segundo o texto, "2016 continua seguindo um padrão de redução da violência na cidade de Nova York. Houve onze homicídios e 110 trocas de tiros a menos desde o começo do ano em comparação com 2015", indica o texto.

No entanto, as cifras de crimes em geral são quase as mesmas de um ano atrás, com um leve aumento inclusive de 0,1%, ou seja, 53 atos criminosos a mais.

Neste sentido, destaca o aumento no número de estupros, que passou de 661 a 706 no primeiro semestre, segundo as estatísticas oficiais.

Nova York registrou em 2015 um total de 352 homicídios contra 333 em 2014, a primeira alta em cinco anos desde 2010.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos