Macri lança plano contra violência de gênero na Argentina

Buenos Aires, 26 Jul 2016 (AFP) - O presidente Mauricio Macri apresentou nesta terça-feira o Plano Nacional de Ação para a Prevenção, Assistência e Erradicação da Violência contra as Mulheres" na Argentina.

"A violência de gênero é, talvez, a que mais nos afeta, mais nos choca, com uma vítima a cada 37 horas, uma incrível realidade nossa", disse Macri ao recordar que tem três filhas.

"Temos que banir os padrões culturais que naturalizam a agressão à mulher. Mas isto não é um trabalho apenas do governo, e sim de toda a sociedade", declarou Macri em um ato na Casa Rosada, do qual participaram familiares de vítimas da violência de gênero.

"Quero pedir a todas as mulheres que nos escutam neste momento que, por favor, nos chamem, confiem em nós, nos deem a oportunidade de ajudá-las (...) para juntos sairmos desta situação", declarou o presidente.

O primeiro passo do programa prevê um investimento de 750 milhões de pesos (49,4 milhões de dólares) para os próximos três anos em medidas de fortalecimento institucional e campanhas de conscientização.

Macri destacou que o objetivo é "transformar a erradicação da violência contra a mulher em uma política de Estado".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos