Polícia prende suspeito do tiroteio em shopping no estado de Washington

Da AFP

Em Los Angeles

  • Polícia do Estado de Washington/Divulgação

    Polícia do Estado de Washington divulga foto de Arcan Cetin, 20, de Oak Harbor, após sua captura

    Polícia do Estado de Washington divulga foto de Arcan Cetin, 20, de Oak Harbor, após sua captura

As autoridades americanas informaram que prenderam um homem nascido na Turquia suspeito de ser o autor do tiroteio que deixou cinco mortos na sexta-feira em um shopping de Burlington, no Estado de Washington.

O porta-voz da polícia estadual, sargento Mark Francis, identificou o suspeito como Arcan Cetin, um rapaz de 20 anos, residente em Oak Harbor, localidade próxima a Burlington, situado a 110 km de Seattle.

Segundo a fonte, não existem outros suspeitos de terem participado no ataque cometido no shopping Cascade Mall de Burlington, onde morreram quatro mulheres e um homem.

Também não há informações sobre a motivação do ataque.

A princípio, a polícia havia descrito o atirador como um homem de aparência hispânica com cerca de 20 anos.

Uma página do Facebook, apresentada como sendo do suspeito, indica que Arcan Cetin nasceu em Adana, a quarta cidade da Turquia situada à beira do Mediterrâneo. O rapaz estudou em Oak Harbor e trabalhava em uma loja em Widbey Island, outra localidade do Estado de Washington.

O FBI afirmou que até o momento nãohá qualquer indício de que o tiroteio tenha sido um ato terrorista.

Uma arma foi encontrada no local dos fatos, mas o atacante, moreno e usando camiseta e bermuda preta, segundo as imagens das câmeras de segurança do centro comercial, fugiu a pé, dando início a uma intensa busca por parte das forças de segurança.

O prefeito de Burlington, Steve Sexton, visivelmente abalado, lamentou que a violência causada pelas armas de fogo - cerca de 30.000 mortes por ano - havia chegado a sua pequena cidade.

"Isso é um ato sem o menor sentido, o mundo batendo a nossa porta. Chegou a nossa pequena comunidade", comentou Sexton.

Burlington é uma cidade situada 110 km ao norte de Seattle, próxima à fronteira com o Canadá.

- "Um tiro atrás do outro" -Testemunhas revelaram à rádio local KOMO News que o homem entrou caminhando no shopping e abriu fogo.

"Ouvi um disparo e depois fiquei parado um pouco, e vi duas ou três pessoas que começaram a sair correndo, gritando 'armas' e depois ouvi um disparo e depois outro", contou Armando Patino, que trabalha numa loja de celulares.

"Voltei correndo para a loja. Algumas pessoas não sabiam para onde ir e as fiz entrar na loja", acrescentou. "Nós fugimos para os fundos, onde há uma porta e ficamos lá até que nos disseram para abandonar o lugar", contou ainda.

O escritório do FBI de Seattle disse que estava colaborando com as autoridades locais e enviou reforços.

"No momento, #FBI não tem nformações para falar de outros ataques planejados no Estado de Washington", afirmou em sua conta no Twitter.

A revista do shopping levou horas e sua direção informou que permaneceria fechado neste sábado em memória das vítimas.

"Estamos muito entristecidos com os trágicos fatos deste noite. Nossas orações e condolências para as vítimas e suas famílias", informou o centro comercial em uma mensagem no Facebook.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos