Mulher etíope executada na Arábia Saudita por degolar criança

Riade, 26 Set 2016 (AFP) - Uma etíope foi executada nesta segunda-feira na Arábia saudita depois de ter sido condenada pelo assassinato de uma menina.

Esta é a 124ª execução desde o início do ano, segundo dados do ministério do Interior.

Zamzam Abdullah Boric foi executada por ter "degolado uma menina saudita e por ter deixado que ela sangrasse até a morte", segundo comunicado do ministério.

A pena de morte no país é aplicada para casos de terrorismo, assassinato, estupro, roubo à mão armada e tráfico de drogas.

A Arábia Saudita ocupa o terceiro lugar em execuções, atrás do Irã e Paquistão, de acordo com a classificação da Anistia Internacional, que não inclui a China, onde os números de execuções não são divulgados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos