PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Papa espera que o legado de Peres pela paz seja honrado em breve

28/09/2016 10h46

Cidade do Vaticano, 28 Set 2016 (AFP) - O papa Francisco lamentou nesta quarta-feira a morte do ex-pr esidente israelense Shimon Peres e afirmou esperar que seu legado "a favor da paz e da reconciliação dos povos" seja honrado em breve.

"Neste momento em que o Estado de Israel chora por Peres, espero que sua memória e seus muitos anos de serviço inspirem a todos a trabalhar com maior urgência pela paz e a reconciliação entre os povos", escreveu o pontífice no telegrama de pêsames enviado a Israel e divulgado pelo Vaticano.

"Desta maneira, seu legado será honrado verdadeiramente e o bem comum pelo qual tão diligentemente trabalhou encontrará novas expressões para uma humanidade que se esforça por avançar no caminho para uma paz duradoura", completou Francisco.

O papa, que viaja na sexta-feira para Geórgia e Azerbaijão, não poderá assistir ao funeral do prêmio Nobel da Paz, que faleceu nesta quarta-feira aos 93 anos.

No telegrama, assinado pelo papa e enviado ao presidente israelense Reuven Rivlin, Francisco "recorda com carinho o tempo que passou" com Peres no Vaticano e "seus incansáveis esforços a favor da paz".

No início de junho de 2014, pouco depois de sua viagem ao Oriente Médio, o papa recebeu Shimon Peres e o presidente palestino Mahmud Abbas no Vaticano para uma histórica e inédita oração conjunta.

Peres visitou em várias oportunidades o Vaticano e chegou a propor que Francisco estivesse à frente da "ONU das religiões".

Internacional