Bulgária proíbe o uso de véu integral para as muçulmanas

Sófia, 30 Set 2016 (AFP) - O parlamento búlgaro adotou nesta sexta-feira uma lei que proíbe às muçulmanas usar o véu integral em público para lutar contra o salafismo, uma doutrina islamita radical.

Na Europa, apenas dois outros países, França e Bélgica, proibiram o uso do véu, o niqab, em público.

Quem usar o véu está sujeita a uma multa de 100 euros na primeira vez e 750 euros a cada nova infração.

Historicamente, o niqab nunca foi usado pela minoria muçulmana búlgara até que apareceu há uns três anos no bairro de Pazardjik (centro), reduto do imã autoproclamado Ahmed Mussa, condenado por propaganda islamita radical. Desde então, a moda se expandiu.

A Bulgária, majoritariamente ortodoxa, conta com 13% de muçulmanos, principalmente de origem turca.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos