Índia retira moradores da fronteira com o Paquistão

Nova Délhi, 30 Set 2016 (AFP) - A Índia retirava nesta sexta-feira milhares de habitantes de localidades próximas da fronteira com o Paquistão, um dia depois de operações militares indianas na região disputada da Caxemira.

As autoridades do Punjab indiano (noroeste) supervisionam a evacuação de vilarejos situados em uma faixa de 10 quilômetros paralela à fronteira paquistanesa.

A retirada pode afetar quase mil localidades de seis distritos do Punjab.

A Índia teme represálias do Paquistão em reação a suas operações militares de quinta-feira.

De trator, caminhão ou motocicleta, famílias inteiras seguiam para acampamentos temporários. As autoridades afirmaram que "farão o necessário para que os moradores retirados de suas casas não passem por problemas.

A relação entre Índia e Paquistão é muito tensa desde o anúncio na quinta-feira, por Nova Délhi, de uma série de ataques de seu exército na fronteira de fato com o Paquistão na Caxemira, uma região cuja soberania é reivindicada pelas duas potências nucleares.

Islamabad negou e indicou que aconteceu apenas um tiroteio na linha de demarcação.

O primeiro-ministro paquistanês, Nawaz Sharif, convocou um conselho de ministros para esta sexta-feira para falar sobre a tensão nesta região himalaia que os dois países disputam há quase 70 anos.

abh-amd/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos