Mapa no programa de candidato francês à Presidência mostra Alemanha dividida

Berlim, 23 Nov 2016 (AFP) - A imprensa alemã reportou nesta quarta-feira, com surpresa, que o programa do candidato favorito às primárias da direita na França utiliza um mapa da Europa, no qual a Alemanha ainda aparece dividida, 27 anos depois da queda do Muro de Berlim.

"Um erro inoportuno no programa de François Fillon", publicou o jornal conservador Die Welt em seu site. Para a emissora N24, "algo não funciona" no programa do ex-primeiro-ministro.

"No programa de Fillon, ainda existe a República Democrática da Alemanha (RDA)", surpreendeu-se o jornal Neue Presse. Em seu site, o influente semanário Der Spiegel comentava o erro: "Irritante - e um pouco fora de moda (...) François Fillon utiliza em seu programa de campanha um mapa da Europa em que a Alemanha ainda está dividida".

Na página 59 do programa de Fillon, em um capítulo dedicado às fronteiras, aparece um mapa da Europa onde se pode ver a Alemanha dividida em duas, a ex-RFA (Alemanha Ocidental) e a ex-RDA, comunista, como era antes da reunificação, em 10 de novembro de 1990, um ano depois da queda do Muro de Berlim, em 9 de novembro de 1989.

No Twitter, os internautas alemães se divertiam com comentários relacionados ao erro: "O Putin gosta disso", disse Reto Knobel, em alusão à proximidade de Fillon com o presidente russo. Vladimir Putin trabalhou na RDA para o Serviço Secreto (KGB) durante a época da União Soviética.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos