Venezuela convoca manifestações em seu apoio nas capitais do Mercosul

Em Caracas

  • Boris Vergara/Xinhua

A chanceler venezuelana, Delcy Rodríguez, convocou nesta segunda-feira (28) cidadãos dos países sócios do Mercosul a comparecer às embaixadas venezuelanas, em 1º de dezembro, para apoiar a permanência do país no bloco.

"Fazemos um apelo aos povos das capitais do Mercosul para defenderem a Venezuela, porque isso é defender os maiores ideais de integração, união e cooperação", disse a ministra das Relações Exteriores, em Caracas.

Há uma semana, o chanceler paraguaio, Eladio Loizaga, assegurou que a Venezuela será suspensa do grupo e ficará "sem voz" a partir de quinta-feira por não incorporar 112 resoluções do organismo a sua legislação.

"Não sairemos, e não irão nos tirar do Mercosul", destacou Rodríguez, em uma transmissão de seu discurso pela emissora estatal.

A chanceler assegurou que existe "uma campanha contra a Venezuela inventando todo tipo de coisa irracional", o que - para ela - reflete a "intolerância" e a "prepotência da tripla aliança (Brasil, Argentina e Paraguai)".

"Funcionários aliados pretendem criar categorias que sequer existem no Mercosul (...) Meticulosamente, temos demonstrado nossa eficiência na incorporação do sistema" de normas do Mercosul, afirmou Rodríguez.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos