Carolina do Norte não tem consenso para derrubar "lei dos banheiros" contra pessoas trans

Miami, 22 dez 2016 (AFP) - Os legisladores da Carolina do Norte não chegaram a um consenso para derrubar a polêmica lei antitransgênero que agitou o clima político deste estado da região leste dos Estados Unidos e custou o cancelamento do milionário Jogo das Estrelas da NBA.

A chamada "lei dos banheiros" obriga as pessoas trans a usar os sanitários públicos que correspondem a seu sexo de nascimento e não a sua identidade de gênero.

Mas os legisladores do estado, que se reuniram para debater a retirada da lei, não chegaram a um acordo sobre o texto.

"Espero que possamos trabalhar juntos para chegar a uma decisão, porque não podemos nos dar ao luxo de seguir tendo o desprezo do resto do país sobre nós", disse o senador democrata Floyd McKissick.

Muitos acreditam que o governador republicano Pat McCrory perdeu a reeleição em novembro por conta da impopularidade da lei promulgada em março e, imediatamente, boicotada por várias celebridades e empresas que a consideram discriminatória.

A proposta democrata - após a vitória do democrata Roy Cooper ao governo do estado - de eliminar por completo a "lei dos banheiros" não recebeu apoio suficiente dos republicanos, que apresentaram como condição que os municípios não possam aprovar suas próprias leis anti-discriminatórias durante um "período indefinido de esfriamento".

"Eu não sei se isto vai nos devolver os mais de 600 milhões de dólares em investimentos que perdemos", disse McKissick ao criticar a proposta.

A senadora democrata Jane Smith também criticou a moção: "Não sabemos quais serão as consequências de tal moratória".

Após várias reuniões a portas fechadas, a Assembleia adiou a sessão por tempo indeterminado.

"A discriminação autorizada pelo estado é inaceitável", afirmou Chris Brook, diretor da unidade local da ACLU, a maior organização americana de defesa das liberdades civis.

"A comunidade LGBT da Carolina do Norte está ansiosa para ver o fim das perigosas demonstrações de intolerância", completou.

Bruce Springsteen, Cindy Lauper e o Cirque du Soleil cancelaram suas apresentações na Carolina do Norte este ano. O grupo de pagamento on-line Paypal desistiu de um projeto de investimento no estado e vários executivos de grandes empresas - entre elas Apple, Bank of America e Facebook - criticaram a medida.

A NBA transferiu o milionário Jogo das Estrelas do próximo ano de Charlotte - cidade de maior população da Carolina do Norte - para Seattle, no outro extremo do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos