Cinquenta passageiros são liberados de avião líbio sequestrado

Valetta, 23 dez 2016 (AFP) - Dois grupos de 25 pessoas, incluindo mulheres e a única criança a bordo, foram libertados do avião da companhia líbia Afriqiyah Airways sequestrado em pleno voo e que pousou em Malta, anunciou o primeiro-ministro maltês, Joseph Muscat.

"Um primeiro grupo de passageiros, composto por mulheres e crianças, está sendo liberado neste momento", escreveu no Twitter, precisando depois se tratar de 25 pessoas.

"A libertação de um segundo grupo de 25 passageiros está em curso", afirmou pouco depois.

Segundo um correspondente da AFP no local, os passageiros desceram muito calmamente do avião, sem correr nem gritar.

O primeiro-ministro havia indicado que os 11 passageiros eram compostos de 82 homens, 28 mulheres e um bebê.

As negociações para a libertação de todas as pessoas a bordo estão sendo conduzidas pelo chefe do Exército de Malta.

Segundo indicou à AFP uma fonte do Governo de União Nacional (GNA) em Trípoli, "piratas" sequestraram o avião e o desviaram para o aeroporto de La Valeta, em Malta.

O avião, que realizava um voo doméstico, havia decolado do aeroporto de Sabha (sul) e deveria pousar em Trípoli, mas desviou para Malta, onde aterrissou, com 118 pessoas a bordo, incluindo sete tripulantes.

Uma fonte da companhia aérea líbia indicou que dois piratas ameaçaram os pilotos com um explosivo, possivelmente uma granada, para forçá-los a desviar o aparelho para Malta.

Ainda não há informações sobre a identidade dos sequestradores nem suas motivações.

str-dt/fcc/ger/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos