Venezuela anuncia transferência da presidência do Mercosul para Argentina

Caracas, 30 dez 2016 (AFP) - A Venezuela anunciou nesta sexta-feira a transferência da presidência rotativa do Mercosul para a Argentina, entregue de fato a Buenos Aires há duas semanas, após a suspensão de Caracas do Bloco.

A chanceler venezuelana, Delcy Rodríguez, informou aos demais países do Mercosul sobre o término de seu "exercício legítimo" e a passagem da presidência "tal como corresponde à legalidade e aos tratados constitutivos deste bloco regional".

"Exercemos legitimamente a presidência do Mercosul durante o semestre que corresponde, ressaltando a dimensão social e de direitos humanos do Bloco", escreveu Rodríguez nesta sexta-feira, em sua conta no Twitter.

A Argentina assumiu a presidência do Mercosul no dia 14 de dezembro passado, em uma reunião de chanceleres de Brasil, Paraguai e Uruguai em Buenos Aires, da qual Rodríguez tentou participar sem ser convidada, gerando um incidente diplomático.

A Venezuela foi suspensa do Bloco no dia 2 de dezembro, após o término do prazo de três meses dado ao governo de Nicolás Maduro para cumprir disposições comerciais e políticas do Mercosul, incluindo o respeito aos direitos humanos.

Os fundadores do organismo - Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai - haviam decidido compartilhar a presidência semestral do Bloco em substituição à Venezuela, o que foi rejeitado por Caracas.

Após a suspensão do país, Maduro acertou com seu homólogo uruguaio, Tabaré Vázquez, um mecanismo para solucionar a questão, através da ativação do Protocolo de Olivos para a resolução de controvérsias do Mercosul.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos