Primeiro-ministro turco acredita que reforçar poderes de Erdogan estabilizará a Turquia

Ancara, 25 Fev 2017 (AFP) - O primeiro-ministro turco Binali Yildirim pediu neste sábado aos compatriotas que votem a favor de uma reforma constitucional para reforçar os poderes do presidente Recep Tayyip Erdogan, alegando que vai proporcionar "uma estabilidade duradoura" a seu país.

"Para uma Turquia forte, uma estabilidade duradoura, nossa decisão é sim", afirmou Yildirim em Ancara durante o primeiro comício do Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP) antes do referendo de 16 de abril.

A Turquia se pronunciará nesta data sobre uma reforma constitucional, aprovada no mês passado pelo Parlamento com o objetivo de substituir o sistema parlamentarista atual por um sistema presidencialista.

De acordo com as autoridades turcas, a reforma constitucional, que poderia permitir a Erdogan permanecer no poder até pelo menos 2029, é necessária para dar a Turquia um governo forte, com capacidade para enfrentar os desafios econômicos e de segurança.

"O novo sistema permitirá acabar com o terrorismo, aniquilará o terrorismo", declarou Yildirim diante de milhares de partidários.

Em um país que sofreu vários atentados vinculados à rebelião curda e ao grupo extremista Estado Islâmico (EI) nos últimos meses, o argumento de Yildirim pode convencer muitos eleitores.

Mas a reforma provoca preocupação entre os opositores e as ONGs, que acusa o presidente Erdogan de uma guinada autoritária, sobretudo desde o golpe de Estado frustrado de 15 de julho, que provocou um grande expurgo no país.

raz-vid/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos