EUA incluem clérigo britânico em lista negra de 'terroristas'

Washington, 30 Mar 2017 (AFP) - O Departamento de Estado americano incluiu em uma lista de "terroristas", nesta quinta-feira, o clérigo muçulmano britânico Anjem Choudary e Shafee Elsheikh, integrantes dos "Beatles", uma célula que se dedicava a recrutar membros para o grupo Estado Islâmico.

Os dois estão entre os sete combatentes estrangeiros de grupos extremistas que foram incluídos nas listas negras dos Departamentos de Estado e do Tesouro para serem catalogados como "terroristas globais", o que implica em sanções financeiras a nível mundial.

Outros acrescentados às listas são: Mark John Taylor, da Nova Zelândia, que se uniu ao EI em 2014; Shane Dominic Crawford, de Trinidad e Tobago e combatente estrangeiro do EI; o suíço de origem tunisiana Sami Bouras, assinalado pelo Departamento de Estado como membro da Al-Qaeda envolvido no planejamento de um ataque suicida.

Também foram incluídos Muhammad Bahrun Naim Anggih Tamtomo, da Indonésia, e Muhammad Wanndy Bin Mohamed Jedi, da Malásia.

Naim é um extremista encarregado de encontrar recursos para o EI, enquanto Jedi trabalha com o grupo extremista na Síria e no Iraque recrutando novos combatentes no exterior.

Choudary é o único dos sete que não está em liberdade. Este ex-advogado paquistanês foi preso em setembro de 2016 por estimular o apoio aos extremistas do EI.

Elsheikh, também britânico, é membro de uma "célula executora" do Estado Islâmico apelidado de "Beatles", e é acusada de múltiplas decapitações de pessoas sequestradas, segundo o Departamento de Estado.

"Elsheikh disse ganhou fama por fazer simulações de afogamento, por zombar de execuções e crucificações enquanto estava servido como ajudante do ISIS", disse o Departamento de Estado, usando o acrônimo do Estado Islâmico.

O Departamento do Tesouro sanciona as pessoas incluídas nesta lista proibindo-as de fazer negócios globais e com redes bancárias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos