Israel disparou mísseis contra posição militar perto de Damasco

Damasco, 27 Abr 2017 (AFP) - A grande explosão registrada nesta quinta-feira perto do aeroporto de Damasco foi provocada por disparos de mísseis israelenses contra uma "posição militar", informou a agência oficial síria Sana.

"Uma posição militar ao sudoeste do aeroporto internacional de Damasco foi alvo ao amanhecer de uma agressão israelense com vários mísseis disparados a partir dos territórios ocupados (Israel nos termos utilizados pelo regime sírio), provocando explosões", anunciou a agência, que citou uma fonte militar

Os disparos provocaram "danos materiais", indicou a agência, sem explicar se o alvo era uma posição do exército sírio.

A ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) informou que um depósito de munições, muito provavelmente pertencente ao Hezbollah libanês, que luta ao lado do regime sírio, explodiu nas proximidades do aeroporto internacional, que fica a 25 km de Damasco.

De acordo com a Al-Manar, emissora de televisão do Hezbollah, a explosão aconteceu de madrugada "em vários depósitos de combustível e um armazém do aeroporto internacional de Damasco e, provavelmente, foi provocada por um ataque aéreo israelense".

Em Israel, o ministro da Inteligência, Israel Katz, afirmou que o suposto ataque era "coerente" com a política israelense, mas sem confirmar a responsabilidade de seu país.

Desde o início em 2011 do conflito na Síria, Israel bombardeou alvos no país vizinho, em especial contra comboios de armas destinadas ao Hezbollah.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos