Líder do Partido Trabalhista israelense eliminado no primeiro turno das primárias

Jerusalém, 4 Jul 2017 (AFP) - O líder em fim de mandato do Partido Trabalhista israelense, Isaac Herzog, foi eliminado nesta terça-feira no primeiro turno das primárias da principal formação opositora do país.

Os cerca de 31.000 membros do partido que votaram nestas primárias, isto é, uma participação de 59%, colocaram na liderança Amir Peretz, político veterano e ex-sindicalista, e Avi Gabbay, ex-ministro do Meio Ambiente.

Eles se enfrentarão no segundo turno, em 10 de julho, já que nenhum dos dois superou os 40% dos votos, resultado necessário para vencer no primeiro turno.

Segundo os analistas, Herzog, que obteve 16,79% dos votos, perdeu por conta do fracasso das negociações secretas que manteve nos últimos meses para entrar no governo de direita de Benjamin Netanyahu.

O Partido Trabalhista foi a principal força política do país entre a criação de Israel, em 1948, até a chegada da direita ao poder, liderada pelo Likud, em 1977.

Sua influência se reduziu muito durante os últimos 25 anos, período em que teve 10 líderes diferentes.

O último primeiro-ministro trabalhista de Israel foi Ehud Barak, entre 1999 e 2001.

Entretanto, a direita não deixou de se afirmar, e o primeiro-ministro Netanyahu se mantém no poder desde 2009.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos