PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Macron propõe 'força comum de intervenção' europeia até 2020

26/09/2017 12h21

Paris, 26 Set 2017 (AFP) - O presidente francês Emmanuel Macron propôs nesta terça-feira a criação de uma "força comum de intervenção" europeia até 2020, para a qual será necessário um orçamento e uma doutrina de defesa comuns.

Em um discurso sobre sua visão do futuro da UE, Macron propôs igualmente a criação de uma Procuradoria europeia contra o terrorismo e de uma força comum de Defesa Civil contra catástrofes naturais, bem como um Escritório europeu de refúgio e uma Polícia europeia das fronteiras.

A Europa é "muito frágil, muito lenta, muito ineficaz", criticou Macron em seu discurso pronunciado na Universidade Sorbonne, em Paris.

Para o presidente francês, a União Europeia precisa dotar-se de um imposto sobre as transações financeiras, já vigente na França e no Reino Unido.

"Vamos estender esse imposto para o resto da Europa" para que os ingressos possam ser revertidos em ajuda ao desenvolvimento, propôs Macron.

leb-jri/vl/sg/jz/mb/mr/cc

Internacional