Rússia denuncia ' provocação' e pede calma após novo disparo de Pyongyang

Moscou, 29 Nov 2017 (AFP) - A Rússia classificou nesta quarta-feira de provocação o novo disparo de um míssil intercontinental por parte da Coreia do Norte e pediu a todas as partes que mantenham a calma.

"Este novo disparo de míssil é, sem dúvida, uma provocação que causa um novo aumento das tensões e nos afasta de um início de solução para a crise", declarou o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov.

Ele acrescentou esperar que "todas as partes envolvidas consigam manter a calma".

A Coreia do Norte afirmou nesta quarta-feira que alcançou o objetivo de tornar-se um Estado nuclear depois de testar um novo tipo de míssil balístico intercontinental (ICBM), que, segundo Pyongyang, pode atingir todo o território continental dos Estados Unidos.

Em mensagem reproduzida pela TV estatal, o líder norte-coreano, Kim Jong-Un, afirmou que o teste com o míssil Hwasong-15 foi um sucesso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos