Trump é convidado a fazer discurso do Estado da União no Congresso em janeiro

Washington, 30 Nov 2017 (AFP) - O presidente dos Estados Unidos Donald Trump foi convidado a dar o tradicional discurso do Estado da União em uma sessão conjunta do Congresso em 30 de janeiro, disse o porta-voz da Câmara Paul Ryan nesta quinta-feira (30).

"O Ano Novo vai trazer uma oportunidade de considerar o progresso que fizemos, mas também de planejar o trabalho que ainda precisa ser feito pelo povo americano", disse Ryan em seu convite a Trump.

O presidente e os republicanos, que controlam o Congresso, ainda não tiveram uma grande vitória legislativa em 10 meses de mandato, após o fracasso na aprovação de reformas do sistema de saúde, de imigração e de infraestrutura.

Mas o presidente agora está focado numa vitória política fundamental no Senado, onde sua controversa reforma fiscal deve ser votada nesta sexta-feira.

O discurso do Estado da União é uma obrigação presidencial que lhe permite explicar ao povo americano e seus representantes eleitos suas prioridades para o ano seguinte.

George Washington fez o primeiro pronunciamento deste tipo em 8 de janeiro de 1790.

Trump não fez o discurso em janeiro deste ano porque ainda não tinha assumido, mas ele falou em uma sessão conjunta no Congresso em 28 de fevereiro.

Sua apresentação foi bem recebida, em um de seus discursos mais presidenciais durante um começo de mandato atípico, em que deixou de lado os padrões de comportamento convencionais de um mandatário americano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos