PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Transição entre UE e Reino Unido deve acabar em 2020

20/12/2017 12h14

Bruxelas, 20 dez 2017 (AFP) - O período de transição entre a União Europeia e o Reino Unido após seu divórcio previsto para 29 de março de 2019 não deve ir além de 31 de dezembro de 2020, sugeriu nesta quarta-feira a Comissão Europeia.

"As disposições transitórias devem ser aplicadas a partir da data de entrada em vigor do Acordo de Retirada e não deverão durar além de 31 de dezembro de 2020", assinam as recomendações da Comissão que devem ser aprovadas pelos países do bloco.

A primeira-ministra britânica Theresa May sugeriu, em setembro, um período de transição de dois anos e o negociador europeu para o Brexit, Michel Barnier, enfatizou nesta quarta que deve ser breve e limitado.

O último dia do ano de 2020 é um bom prazo para Barnier, já que representa "o término do atual marco financeiro plurianual da UE", apesar de ser um período inferior aos dois anos propostos pela chefe do Governo britânico.

Os países do bloco devem dar sua aprovação até o final de janeiro a estas recomendações da Comissão, que negocia em nome doss 27, para poder assim começar a negociação com Londres sobre esteperíodo especial.

Internacional