Lituânia proíbe antivírus russo Kaspersky, considerado ameaça potencial

Vilnius, 21 dez 2017 (AFP) - A Lituânia proibirá os produtos da companhia russa Kaspersky Lab, qualificados de "ameaça potencial" para a segurança do país, nos computadores de setores cruciais como energia, finanças e transportes, anunciaram nesta quinta-feira (21) as autoridades locais.

"O governo (...) reconhece que os programas Kaspersky Lab são uma ameaça potencial para a segurança nacional", indicou o ministro lituano da Defesa em um comunicado.

As agências do governo responsáveis pela "infraestrutura crítica" devem substituir esses programas nos "prazos mais breves".

Washington proibiu o antivírus da Kaspersky Lab em suas agências federais porque se preocupava com "os vínculos que alguns responsáveis" da companhia "mantêm com os serviços de inteligência e outras agências do governo russo".

vab/mas-bo/glr/gm/mb/db

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos