Governo dos EUA investigará se Obama boicotou programa ontra Hezbollah

Washington, 23 dez 2017 (AFP) - O procurador-geral dos Estados Unidos ordenou na sexta-feira (22) uma investigação sobre as denúncias de que a administração do ex-presidente Barack Obama boicotou um programa da agência antidrogas (DEA) para combater supostos laços do grupo libanês pró-iraniano Hezbollah com o tráfico de drogas.

A revista Politico publicou uma denúncia de que o projeto Cassandra, destinado a combater o tráfico de drogas pelo grupo xiita libanês, foi boicotado pelo governo Obama para chegar a um acordo com o Irã sobre seu programa nuclear.

"Avaliaremos as acusações de que certas questões não foram devidamente processadas pela justiça e se todas os assuntos foram tratados adequadamente", indicou o procurador Jeff Sessions em um comunicado.

"Embora tenha esperanças de que a administração passada não colocou obstáculos aos agentes da DEA" no projeto Cassandra, "este é um problema importante para a proteção dos americanos", acrescentou.

Mas Edward Price, ex-agente da CIA que serviu como porta-voz do Conselho de Segurança Nacional durante o governo Obama, garantiu à AFP que "a história apresentada neste relatório não se assemelha à realidade".

"O governo Obama afirmou várias vezes que as negociações nucleares com o Irã estavam limitadas exclusivamente a esse tema. Não fizemos concessões em outras áreas, e certamente não restringimos nem tentamos influenciar as investigações em andamento, incluindo as realizadas pelo DEA", acrescentou.

"Todos os argumentos neste sentido são falsos, e aqueles que aparecem no relatório parecem vir de ex-funcionários de baixo nível", que atualmente trabalham para "organizações que se opõem ideologicamente ao acordo com o Irã".

O atual presidente americano Donald Trump descreveu o acordo nuclear com o Irã como "um dos piores já feitos pelos Estados Unidos".

O presidente republicano se recusou a certificar o cumprimento do acordo pelo Irã, mas deixou o Congresso decidir sobre os méritos da questão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos