Encontradas duas fossas comuns na província síria de Raqa

Damasco, 29 dez 2017 (AFP) - Duas fossas comuns com dezenas de cadáveres de civis e militares sírios assassinados pelos extremistas do grupo Estado Islâmico (EI) foram descobertas nesta sexta-feira na província de Raqa, no norte da Síria, informou a agência oficial Sana.

Os corpos foram localizados graças a uma informação dada pela população, perto da localidade de Wawi, no oeste da província de Raqa, informou a agência.

As operações podem durar vários dias "devido à extensa superfície das duas fossas comuns", explicou uma fonte da defesa civil síria.

O EI cometeu múltiplos atrocidades, como decapitações ou execuções em massa, nos territórios que conquistou com uma ampla ofensiva em 2014.

Em dezembro desse ano, os corpos de 230 pessoas executadas pelo EI foram encontradas em uma fossa comum na província de Deir Ezzor (leste).

Em junho de 2015, os extremistas mataram mais de 200 civis, incluindo crianças, na cidade de Kobane (norte), de onde foram expulsos pelas forças curdas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos