Nova York aguarda 2018 com frio intenso e segurança inédita

Nova York, 31 dez 2017 (AFP) - Cerca de dois milhões de pessoas se preparam para receber 2018 desafiando gélidas temperaturas na Times Square, lotada de policiais em um inédito dispositivo de segurança para uma véspera de Ano Novo em Nova York.

Com casacos pesados, muitos com roupa e botas de neve, nova-iorquinos e turistas talvez estejam encarando o 31 de dezembro mais gelado em Nova York desde 1962: a temperatura é de -10ºC, enquanto que a sensação térmica de -16ºC (4ºF) deve baixar ainda mais à meia-noite.

Após dois recentes ataques terroristas na cidade inspirados pelo grupo Estado Islâmico, um com bomba abortado em um túnel do metrô no dia 11 de dezembro e um atropelamento com uma van em TriBeca que deixou oito mortos em 31 de outubro, as medidas de segurança na Times Square são inéditas.

Mais de 20 ruas foram fechadas. Barricadas e caminhões com areia foram instalados, enquanto a polícia registra duas vezes cada pessoa que entra no perímetro de segurança na Times Square, o mais amplo da história.

Nem mesmo carteiras e bolsas pequenas são permitidas: as pessoas resignadas as esvaziavam, descantando-as, seguindo as ordens policiais para entrar no perímetro.

"Este é o dia mais emocionante da minha vida! Estou absolutamente comprometido a enfrentar o frio", disse à AFP Hader Ghulam, um paquistanês de 27 anos que estuda em Oklahoma e visita Nova York pela primeira vez com um amigo.

Ghulam diz estar "impressionado" pelas medidas de segurança. "Confio totalmente nesses caras", assegura.

"Prefiro que sejam chatos a que alguém se machuque", diz Amanda Haager, uma engenheira de 23 anos de San Diego que trabalha em Nova York e usa adesivos nas bochechas com a frase "Feliz Ano Novo".

Após o ataque de um francoatirador solitário que de um hotel em Las Vegas matou 58 pessoas em 1 de outubro, pela primeira vez a polícia também registrará hotéis e restaurantes.

Em maio, um veterano da Marinha americana, sem aparente motivação terrorista, matou uma jovem e feriu 22 pessoas ao atropelá-las com seu carro a toda velocidade na Times Square.

A festa na Times Square será animada por cantores, fogos de artifício, 1.360 kg de confete e 25.000 balões.

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, e a convidada especial deste ano, a ativista Tarana Burke, líder do movimento #MeToo contra o abuso sexual, apertarão segundos antes da meia-noite o botão que faz a grande bola luminosa descer.

Algumas das celebridades que agitarão a festa são Mariah Carey, humilhada no ano passado quando problemas técnicos revelaram um playback, Neil Diamond, Nick Jonas e a cubana-americana Camila Cabello.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos