Irã anuncia detenção de 16 membros do EI em confronto com três mortos

Teerã, 27 Jan 2018 (AFP) - Os Guardiães da Revolução, corpo de elite iraniano, anunciaram neste sábado a detenção de 16 supostos membros do grupo extremista Estado Islâmico (EI) e a morte de três militares em combates no sul do país, segundo seu site sepahnews.

"Dezesseis membros do grupo terrorista (EI) foram detidos e (há) vários mortos" neste sábado "na região de Bamu", na província de Fars (sul), declarou o general Mohammad Pakpur, chefe do Exército dos Guardiães, que acrescentou que "três membros dos Guardiães" morreram.

"Esses terroristas queriam executar atentados nas cidades fronteiriças e no centro do país", acrescentou o general.

Os Guardiães afirmaram que os membros do Estado Islâmico se infiltraram pela fronteira ocidental com o Iraque.

No dia 7 de junho, dois atentados, contra o parlamento iraniano e contra o mausoléu do imã Jomeini, deixaram 17 mortos e dezenas de feridos. Foram os primeiros ataques reivindicados pelo EI no Irã.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos