Companhia aérea Ryanair reconhece pela 1ª vez sindicato de pilotos

Londres, 30 Jan 2018 (AFP) - A companhia aérea irlandesa Ryanair, a primeira da Europa em número de passageiros, anunciou nesta terça-feira (30) que assinou um acordo, reconhecendo pela primeira vez o sindicato Balpa como instância representativa no Reino Unido.

Desde dezembro, Ryanair estava negociando o reconhecimento com a British Airline Pilots Association (Balpa), quando se viu ameaçada por vários conflitos trabalhistas. Além disso, foi obrigada a cancelar milhares de voos porque os pilotos estavam indo embora para outras companhias, insatisfeitos com as condições de trabalho.

Uma porta-voz da Ryanair confirmou para a AFP que se trata do primeiro acordo desse tipo firmado pela empresa.

Em uma nota, a companhia aérea de baixo custo comemorou o avanço, destacando sua importância, já que o Reino Unido é sede de um quarto de seus aviões e mais de 25% de seus pilotos.

O anúncio foi feito depois de os pilotos britânicos aceitarem em dezembro um aumento de 25% em seu salário, incluindo os que operam do aeroporto londrino de Stansted. Inicialmente, estes últimos chegaram a considerar o reajuste insuficiente.

Ao mesmo tempo, a empresa lamentou que as negociações para reconhecer sindicatos em outros países não tenham avançado tão rapidamente.

jbo-al.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos