Papa Francisco pede o fim da violência na Síria

Cidade do Vaticano, 25 Fev 2018 (AFP) - O papa Francisco pediu neste domingo o fim imediato da violência na Síria para para permitir a chegada de ajuda humanitária, em particular no reduto rebelde de Ghuta Oriental.

"Faço um apelo urgente para que termine imediatamente a violência, permita o acesso à ajuda humanitária, comida e medicamentos, e se retire os feridos e os enfermos", disse o papa na Praça de São Pedro após tradicional oração do Angelus dos domingos.

O regime sírio bombardeou novamente neste domingo a região de Ghuta Oriental, apesar de uma resolução aprovada pelo Conselho de Segurança da ONU a favor de uma trégua "o mais rápido possível". Mais de 500 civis morreram em uma semana de ataques contra o reduto rebelde cercado.

No texto, aprovado por unanimidade no sábado após longas negociações, o Conselho de Segurança exige um cessar-fogo de 30 dias na Síria para permitir a entrada de ajuda humanitária e a retirada de feridos.

"Nestes dias, penso muito na Síria, amada e atormentada, onde a guerra voltou a explodir, especialmente em Ghuta Oriental", destacou o pontífice.

cm/phv/pc-jvb/pb/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos