PUBLICIDADE
Topo

Internacional

EUA restringe comércio com petroleiras que operam no Sudão do Sul

21/03/2018 19h05

Washington, 21 Mar 2018 (AFP) - Os Estados Unidos impuseram restrições, nesta quarta-feira (21), às exportações de apoio técnico locais à indústria petroleira do Sudão do Sul, alertando que estão alimentando uma violenta guerra civil ali.

A porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert, disse que os exportadores de agora em diante vão precisar de uma licença para exportar, reexportar ou transferir tecnologia e equipamentos americanos a 15 "entidades relacionadas ao petróleo do Sudão do Sul".

"Pedimos à região e à comunidade internacional em geral que se unam a nós para limitar os fluxos financeiros que alimentam a violência contínua no país", destacou em nota.

"Infelizmente, o governo do Sudão do Sul e atores oficiais corruptos usam essas receitas para comprar armas e financiar milícias irregulares que minam a paz, a segurança e a estabilidade do Sudão do Sul, em vez de apoiar o bem-estar e as necessidades urgentes e atuais de alimentos do povo do Sudão do Sul", alegou.

O Sudão do Sul se tornou a mais nova nação do mundo em julho de 2011 após muitos anos de luta pela independência contra o governo do Sudão com sede em Cartum, mas logo caiu em disputas internas.

Internacional