Ministro israelense faz ameaça de morte a presidente sírio

Jerusalém, 23 Abr 2018 (AFP) - Um ministro israelense próximo ao chefe de governo Benjamin Netanyahu, ameaçou de morte o presidente sírio Bashar al Assad caso empreste seu território ao Irã para lançar uma ofensiva contra Israel.

"Se Assad permitir que o Irã ou qualquer outro país empreenda a guerra contra Israel a partir de território sírio, ele assumirá todas as consequências e tomará os riscos para a sobrevivência, não somente de seu regime, como também de sua pessoa", ameaçou o ministro da Energia israelí, Yuval Steinitz, em uma entrevista ao portal de notícias Ynet.

Steinitz, membro do Likud, (partido de Netanyahu) integra o gabinete restrito de segurança, encarregado por todas as questões estratégicas de Israel.

Israel e Síria estão tecnicamente em estado de guerra há décadas. As relações se deterioraram ainda mais pelo fato de que, à margem da Síria, outros dois atores que Israel considera inimigos (Irã e p grupo Hezbollah) operam no país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos