Nove jovens israelenses morrem em enchente

Jerusalém, 26 Abr 2018 (AFP) - Nove meninos e meninas israelenses morreram nesta quinta-feira depois de serem arrastados por uma violenta enchente durante uma excursão ao sul do Mar Morto, anunciou o serviço de emergência Maguen David Adom (MDA).

As operações de busca continuam para encontrar outra jovem desaparecida, acrescentou a imprensa israelense. O grupo participava de um programa de preparação para o serviço militar.

A tragédia aconteceu em um ambiente climático excepcional nas proximidades do deserto, onde as chuvas podem causar, em poucos minutos, cheias extremamente perigosas.

Uma porta-voz da polícia, Merav Lapidot, disse à televisão israelense que "as recomendações para evitar esse tipo de tragédia não foram respeitadas".

Uma grande operação de resgate foi lançada, envolvendo helicópteros, unidades policiais, do exército e socorristas.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, declarou que "apoia os esforços das equipes de resgate que fazem todo o possível para salvar vidas e encontrar os desaparecidos".

Desde quarta-feira Israel registra com chuvas excepcionais para este período do ano.

As inundações causaram a morte de um adolescente beduíno no sul de Israel e de um palestino de 17 anos na Cisjordânia, território palestino ocupado pelo Estado judeu.

Nesta quinta-feira, um ônibus tombou ao ser atingido pela água que transbordou de um rio em uma rodovia no sul do país, anunciou a polícia.

Em Jerusalém Oriental, a parte palestina da Cidade Santa, um pedaço do muro de cimento de mais de três metros de altura construído por Israel desmoronou entre o campo de refugiados palestinos de Shuafat e o bairro de colonização de Pisgat Zeev pelo efeito das fortes chuvas, constatou um fotógrafo da AFP.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos