Topo

Netanyahu diz que Israel tem 'provas conclusivas' de um programa nuclear iraniano secreto

Jack Guez/AFP
30.abril.2018 - Primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu dá um discurso sobre o programa nuclear iraniano Imagem: Jack Guez/AFP

Jerusalém

30/04/2018 15h00

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou nesta segunda-feira (30) que seu país dispõe de novas "provas conclusivas" da existência de um programa secreto iraniano destinado a desenvolver armas nucleares.

O premiê, muito crítico ao acordo internacional sobre as atividades nucleares do Irã, apresentou à imprensa em Tel-Aviv e ao vivo para as televisões israelenses o que descreveu como "cópias exatas" de dezenas de milhares de documentos originais iranianos obtidos há algumas semanas.

"Foi um formidável feito do serviço de inteligência", elogiou.

Esses documentos, em papel e em CD, e pano de fundo para a declaração de Netanyahu, constituem "evidências novas e conclusivas do programa de armas nucleares que o Irã escondeu durante anos aos olhos da comunidade internacional em seus arquivos secretos atômicos", disse ele.

Esses documentos mostram que, apesar das garantias dadas pelos líderes iranianos de que nunca buscaram armas nucleares, "o Irã mentiu!", esbravejou.

O líder israelense expressou-se num momento em que se aproxima a data limite de 12 de maio para que o presidente americano Donald Trump se pronuncie sobre o acordo concluído em 2015.