Putin e Abe evocam acordo de paz entre Rússia e Japão

Moscou, 26 Mai 2018 (AFP) - O presidente russo, Vladimir Putin, e o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, conversaram no Kremlin sobre um "acordo de paz" entre os dois países que nunca assinaram devido a uma divergência sobre as ilhas Curilas.

"Discutimos sobre um acordo de paz. Consideramos importante continuar buscando pacientemente uma solução que responda aos interesses da Rússia e do Japão e que seja aceito pelos povos dos dois países", declarou o presidente russo em coletiva de imprensa, depois de um encontro com Abe no Kremlin.

O primeiro-ministro japonês considerou, por sua vez, que resolver essa diferença de mais de 70 anos era "difícil", mas disse esperar que se coloque "um ponto final neste problema nesta geração".

Japão e Rússia não conseguiram desde o fim da Segunda Guerra Mundial assinar um acordo de paz por causa das Curilas, ilhas vulcânicas que oficialmente pertencem à região russa de Sacalina, mas que são reivindicadas pelo Japão.

"Nós nos mostramos determinados a avançar na conclusão de um acordo de paz", disse Abe, segundo a tradução ao russo de suas declarações, e saudou "a confiança mútua" entre os dois países.

Abe e Putin evocaram, ainda, a situação na península coreana. O premiê japonês lembrou que "o mais importante é proceder com a desnuclearização total e irreversível da Coreia do Norte".

Putin, por sua vez, pediu a "todos os participantes" das discussões "contenção" para não dar um passo a mais "no confronto e manter a situação no terreno diplomático".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos