Impostos, repatriações, Rússia: o programa dos antissistema para a Itália

Roma, 31 Mai 2018 (AFP) - Seguem abaixo alguns pontos do "contrato de governo" divulgado pela aliança dos populistas italianos, que inclui medidas de ultradireita, como deportações em massa de migrantes:

Acabar com a austeridade"A ação governo tentará reduzir a dívida pública através do aumento do PIB estimulando a demanda interna, e não com receitas baseadas em impostos e austeridade, políticas que não atingiram seu objetivo".

Outra União EuropeiaVoltar a negociar os tratados com a UE.

Revisão "com os parceiros europeus, do sistema de governança econômica", incluída a política de moeda única, "atualmente baseada no predomínio do mercado".

A ideia é "voltar aos objetivos originais, quando os Estados europeus se inspiravam em um verdadeiro desejo de paz, fraternidade, cooperação e solidariedade".

O imposto único, renda de cidadania A introdução de um "imposto único", chamado "flax tax", para famílias e empresas que oscilará entre 15% e 20%. A medida é combinada com a "renda de cidadania" de 780 euros mensais para as pessoas com dificuldades econômicas e com uma duração de dois anos. Os beneficiários não poderão rejeitar mais de três ofertas de trabalho em dois anos.

Imigração e IslãPrioridade às expulsões maciças e a luta contra "o negócio da migração", que inclui de redes para o tráfico ilegal de pessoas até cooperativas que administram centros de acolhida do emigrante.

A Itália deve ter "um papel decisivo" nas negociações europeias sobre o tema, a fim de ter uma maior repartição em todo o continente dos migrantes.

Acelerar os pedidos de refúgio assim como a deportação sistemática dos que não têm direito, que podem permanecer detidos até um máximo de 18 meses em centros de alojamento.

Criação de um registro de imames, fechamento imediato de mesquitas não autorizadas.

AposentadoriasReforma da lei de aposentadorias e gradual diminuição da idade de aposentadoria que prevê a retirada aos 67 anos em 2019. Introdução da chamada "cota 100" e que consiste em se aposentar quando a soma da idade e do tempo de contribuição chega a 100. Será possível, por exemplo, se aposentar aos 64 anos de idade com 36 anos de contribuição.

O "parceiro" russoAs duas partes confirmam pertencer à Aliança Atlântica "com os Estados Unidos como sócio", mas pedem que a Rússia não seja percebida como uma ameaça, mas como um "parceiro econômico e comercial". Consideram apropriado retirar as sanções impostas à Rússia, que deve ser reabilitada como interlocutor estratégico.

Temas econômicos e sociaisDeter a venda da companhia de aviação Alitalia, em crise há anos, que deve ser "salva e incluso relançada". Negociar de novo o projeto de linha ferroviária rápida entre França e Itália

Desenvolvimento da "economia verde" e do uso dos carros elétricos.

Luta contra os jogos de azar.

Fechamento de todos os acampamentos para nômades irregulares e obrigação de escolarizar as crianças ciganas sob a pena de expulsão dos pais.

bur-kv/jz/cc/mvv/lb

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos