A história da vaca búlgara que será sacrificada por atravessar a fronteira da União Europeia

Em Sófia

  • Reprodução/Universcity

Uma vaca búlgara foi parar por descuido em território sérvio, fora da União Europeia, e deve ser sacrificada, uma vez que as regras do bloco impedem que retorne ao seu país de origem.

Penka, que está no sexto mês de gestação, escapou de seu rebanho em 12 de maio, quando passava perto da cidade de Kopilovtsi, não muito longe da fronteira da Bulgária com a Sérvia.

Sua jornada pessoal a levou para o país vizinho, onde entrou sem ser interceptada pelos guardas de fronteira. Apanhada por um agricultor sérvio, que a identificou, foi finalmente entregue ao seu proprietário, Ivan Haralampiev.

Mas aí começou o calvário da fugitiva Penka, ainda sem solução e provavelmente sem final feliz, lamentou seu dono nesta quinta-feira às câmeras da televisão búlgara BNT: apesar de um certificado veterinário emitido na Sérvia, que atesta a perfeita saúde de sua vaca, as autoridades búlgaras exigem que ela seja imediatamente sacrificada.

"A razão é que ela deixou as fronteiras da UE" penetrando na Sérvia, e não pode ser reimportada para a UE, da qual a Bulgária faz parte, explica Haralampiev.

As autoridades sanitárias búlgaras confirmaram o incidente à AFP, ressaltando que não há a menor margem de manobra para a situação, apesar dos pedidos de clemência de todo o país.

"A decisão não diz respeito a nós. Apenas aplicamos os regulamentos europeus", explicou o veterinário especialista Lyubomir Lyubomirov laconicamente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos