PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Rússia não tem informação sobre 'preocupante' novo ataque neurotóxico na GB

05/07/2018 08h38

Moscou, 5 Jul 2018 (AFP) - A Rússia afirmou nesta quinta-feira não ter recebido qualquer informação das autoridades britânicas sobre o casal intoxicado no Reino Unido pelo mesmo agente que, segundo Londres, foi usado para envenenar um ex-espião russo em março, ato atribuído pelo Ocidente a Moscou.

"Não temos informação sobre quais substâncias foram usadas, nem como foram usadas", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov.

"Estamos muito preocupados com o uso reiterado de tais substâncias na Europa", completou.

A polícia anunciou na quarta-feira que dois britânicos encontrados em estado crítico a 15 km de Salisbury - onde o ex-espião russo Serguei Skripal e sua filha foram envenenados em março - estiveram expostos ao mesmo agente neurotóxico, o Novichok.

O secretário de Estado britânico para a Segurança, Ben Wallace pediu a Moscou que "diga o que fez (...) e apresente as informações necessárias para que as pessoas permaneçam seguras".

Mas o porta-voz do Kremlim acusou Londres de não ter desejado em nenhum momento uma investigação conjunta com a Rússia sobre o uso do agente neurotóxico contra Skripal.

"Desde o princípio, a Rússia propôs à Grã-Bretanha uma investigação conjunta e esta proposta ficou sem resposta", declarou Peskov

"A Rússia desmente categoricamente e continua desmentindo categoricamente qualquer envolvimento no que aconteceu em Salisbury", reiterou.

O caso provocou uma profunda crise diplomática entre Moscou e Londres, que acusou a Rússia de ter usado em seu território o Novichok, um agente neurotóxico criado no período da União Soviética.

vvl-tm/as/wdb/me/zm/tt/fp

Internacional