PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Ataque rebelde mata 27 membros das forças de Damasco

10/07/2018 11h26

Beirute, 10 Jul 2018 (AFP) - Ao menos 27 combatentes das forças do regime morreram no noroeste da Síria em um ataque noturno de milícias rebeldes, informou a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Em represália, o regime de Bashar al-Assad e sua aliada Rússia executaram ataques aéreos e bombardearam os território rebeldes da província de Idlib, matando quatro civis, segundo o OSDH.

O ataque de segunda-feira à noite teve como alvos dois vilarejos e dois postos de observação do regime na província de Latakia, perto da fronteira com a Turquia.

"Pelo menos 27 combatentes das forças do regime e seus aliados, incluindo oito oficiais, morreram em confrontos e por disparos de artilharia dos rebeldes", afirmou à AFP o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman.

Os insurgentes assumiram o controle de um vilarejo a dois quilômetros da fronteira com a Turquia e vários postos de observação do regime.

A ofensiva deixou mais de 40 feridos entre as forças do regime.

Na província de Latakia fica a base aérea de Hmeimim, a partir da qual operam as forças russas.

Diferentes milícias rebeldes ocupam um setor na região noroeste, limítrofe com a vizinha Idlib, província controlada pelos jihadistas e os rebeldes.

Internacional