PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Senado argentino aprova desapropriar bens originados de corrupção

23/08/2018 10h39

Buenos Aires, 23 Ago 2018 (AFP) - O Senado argentino aprovou na madrugada desta quinta-feira um projeto que visa a desapropriar e dispor de bens originários de atividades ilícitas ou usados para elas, texto que deve ainda retornar à Câmara dos Deputados.

A chamada "extinção de domínio" foi aprovada em 2016 na câmara baixa por incentivo do bloco que responde ao presidente Mauricio Macri, sob o lema de "recuperar o que foi roubado" frente a alegações de suposta corrupção envolvendo funcionários do governo por Néstor e Cristina Kirchner (2003-2015).

O projeto, que foi engavetado por dois anos no Senado, ganhou novo impulso em função do escândalo conhecido como "os cadernos de corrupção", que investiga o repasse de propinas nas concessão de obras públicas durante o governo kirchnerista.

Internacional