PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Bispo dos EUA desiste de se aposentar em casa de US$ 2,3 milhões

O arcebispo Patrick McGrath em igreja em San José, Califórnia, nos EUA - Karl Mondon/Bay Area News Group via AP
O arcebispo Patrick McGrath em igreja em San José, Califórnia, nos EUA Imagem: Karl Mondon/Bay Area News Group via AP

Em Los Angeles (EUA)

28/08/2018 19h51

Depois de receber uma avalanche de críticas, um bispo da Igreja Católica reconsiderou seus planos de se aposentar em uma casa de US$ 2,3 milhões (R$ 9,5 milhões) no Vale do Silício e optou por uma residência paroquial.

O bispo Patrick McGrath disse em um comunicado na segunda-feira que teve um "erro de julgamento" quando a diocese de San José, na Califórnia (EUA), comprou a casa de cinco quartos para sua aposentadoria.

"Não considerei adequadamente a crise de moradia neste vale e as lutas de tantas famílias e comunidades à luz desta crise", disse. "Escutei muitas opiniões sobre este tema e decidi que não me mudarei para essa casa;"

McGrath disse que a diocese planeja vender a residência de 300 m² assim que possível e que o lucro será destinado a um fundo de caridade.

"Assumo total responsabilidade por esta decisão e acredito que a venda dessa casa é a ação apropriada", disse. "Quando me aposentar, tenho a intenção de viver na casa paroquial de alguma de nossas paróquias."

Estes investimentos imobiliários milionários contradizem a missão da igreja de ajudar os pobres, disseram críticos.

A decisão inicial não estava de acordo com o desejo do papa Francisco de uma igreja menos ostentosa.

Após sua eleição em 2013 como papa, o argentino decidiu evitar os grandes apartamentos papais oficiais para viver em uma residência modesta.

Internacional