PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Erdogan e Trump acordam evitar vácuo de poder na Síria

23/12/2018 18h32

Ancara, 23 dez 2018 (AFP) - Os presidentes da Turquia e dos Estados Unidos, Recep Tayyip Erdogan e Donald Trump, coincidiram neste domingo (23) na necessidade de se evitar um vácuo de poder na Síria depois que as tropas americanas se retirarem daquele país.

Em um telefonema, os dois chefes de Estado se comprometeram a "assegurar a coordenação militar, diplomática e em outras áreas para evitar um eventual vácuo de poder (...) após a retirada e a fase de transição na Síria", informou o governo turco em um comunicado.

Trump surpreendeu a maioria de seus aliados na quarta-feira ao ordenar a retirada dos 2.000 soldados de seu país mobilizados em território sírio.

A iniciativa surpreendeu inclusive o próprio governo a ponto de levar à demissão do secretário da Defesa, Jim Mattis, e do enviado especial para a coalizão contra o Estado Islâmico, Brett McGurk.

Mas a Turquia, ao contrário, elogiou a iniciativa.

Neste domingo, Erdogan - segundo o comunicado turco - informou a Trump que seu país estava "preparado para apoiá-lo" durante a retirada.

Mais cedo, tanto Erdogan quanto Trump haviam informado através de suas respectivas contas no Twiter terem tido uma produtiva conversa telefônica.

Internacional