PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Ataque dos EUA deixa 24 extremistas mortos na Somália

31/01/2019 20h16

Washington, 31 Jan 2019 (AFP) - Forças militares americanas realizaram um ataque aéreo na Somália que deixou 24 combatentes do Al Shabaab mortos, disseram autoridades do Pentágono nesta quinta-feira (31).

O bombardeio realizado na quarta-feira foi perto de uma "localização de um campo terrorista" na região de Hiran, no centro da Somália, informou o comando dos EUA na África em um comunicado.

A operação fazia parte de uma missão das forças dos EUA em conjunto com as da União Africana (UA) e da Somália para combater o grupo jihadista Al Shabaab.

Esses "ataques continuam a ajudar nossos parceiros a avançar na luta contra os terroristas transnacionais que se opõem à paz na Somália e na região", disse o tenente-general Gregg Olson, diretor de operações do comandante.

Nos últimos anos, o Pentágono aumentou seus ataques na Somália.

Este mês, os militares dos EUA relataram um ataque que deixou 52 combatentes mortos, enquanto em dezembro outros 62 perderam suas vidas em seis bombardeios aéreos na Somália.

Os combatentes do Al Shabaab foram expulsos pelas forças da UA da capital em 2011 e depois de outras cidades e povos da Somália, embora ainda controlem grandes territórios no interior do país.

wat/it/cbr/yow/cc/mvv

Internacional