PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Israel afirma que Trump assinará na segunda-feira decreto que reconhece soberania sobre Golã

24/03/2019 12h49

Jerusalém, 24 Mar 2019 (AFP) - O presidente americano Donald Trump assinará um decreto reconhecendo a soberania israelense sobre as Colinas de Golã durante uma reunião na segunda-feira com o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu em Washington, anunciou o governo de Israel.

"O presidente Trump assinará amanhã, na presença do primeiro-ministro Netanyahu, um decreto reconhecendo a soberania israelense sobre as Colinas de Golã", escreveu no Twitter o ministro das Relações Exteriores, Israel Katz, em referência ao território sírio conquistado por Israel na guerra dos Seis Dias de 1967.

Donald Trump anunciou na quinta-feira, em um tuite, que chegou o momento "para os Estados Unidos de reconhecer plenamente a soberania de Israel sobre Golã, que tem uma importância estratégica para o Estado de Israel e a estabilidade regional", rompendo assim com o consenso internacional e a posição de décadas da diplomacia americana no Oriente Médio.

O primeiro-ministro israelense agradeceu a decisão e escreveu no Twitter que "no momento em que o Irã busca usar a Síria como uma plataforma para destruir Israel, o presidente Trump reconhece com coragem a soberania israelense sobre as Colinas de Golã. Obrigado, presidente Trump!".

Israel conquistou grande parte das Colinas de Golã, 1.200 km2, durante a Guerra dos Seis Dias em 1967 e a anexou em 1981, mas a comunidade internacional nunca reconheceu a anexação.

Trump já rompeu com o consenso internacional ao reconhecer unilateralmente em dezembro de 2017 Jerusalém como capital de Israel.

mib-mjs/dv/al/eg/fp

Internacional