PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Estado Islâmico reivindica ataque contra força curdo-árabes na Síria

26/03/2019 09h47

Beirute, 26 Mar 2019 (AFP) - O grupo do Estado Islâmico (EI) reivindicou nesta terça-feira um ataque em Manbij (norte) no qual morreram sete combatentes da aliança curda que eliminaram o "califado" da organização jihadista na Síria, de acordo com uma mensagem postada em sua conta no Telegram.

Os soldados do califado atacaram um posto de controle "das Forças Democráticas Sírias (SDF) com metralhadoras", segundo o texto.

Este é o primeiro ataque do EI contra as forças antijihadistas apoiadas pelos Estados Unidos desde a queda anunciada de "califado" no sábado em Baghuz (leste).

Para celebrar a vitória, os combatentes das FDS hastearam sua bandeira amarela em Baghuz, onde os extremistas resistiram até o fim.

Nas proximidades de Baghuz, em Al-Omar, um campo de petróleo usado como base da ofensiva antijihadista, homens e mulheres que integram as FDS, nas quais predominam os curdos, comemoravam com o dabke, uma dança tradicional.

Uma banda militar tocou o hino americano.

Internacional